top of page

De forma irreverente grupo lança projeto para valorizar a história da música sertaneja

“Sou urbano, alfabetizado e globalizado. Tenho sotaque, mas também posso não ter e ainda assim continuar caipira”. É desta forma, mas, com muita irreverência que a banda “Novos Caipiras”, da cidade de Campinas/SP, encontrou para dar seu recado para a sociedade e valorizar a história da música sertaneja.


Formada por Danzão, Agnaldo Araújo, Fábio Shirlão, Cadu Fernandes e Guigo Nogueira, “Novos Caipiras” procuram reunir instrumentos clássicos da música caipira, como a viola, por exemplo, com acordes mais modernos como o som da guitarra que dão o timbre para letras interessantes que busca o resgate e a valorização da música caipira.


“A ideia do projeto é fazer um resgate da alma caipira com elementos modernos como o rock e o rap. O olhar puro, mas, ao mesmo tempo crítico e bem humorado são algumas das características que procuramos evidenciar. Queremos ir além de preconceitos sociais e musicais com a figura do caipira. O legal é que dá pra ter uma atitude rock’n’roll com uma viola”, explicou Danzão.


De composição de Danzão, a canção “Manifesto caipira” ganhou um clipe que foi lançado no último mês de fevereiro, no Youtube. A letra da música, além de evidenciar os valores e a origem do caipira, também mostra no clipe cenas bastante engraçadas interpretadas pelos próprios integrantes da banda.


Manifesto caipira:

Para conhecer um pouco mais da banda Novos Caipiras, acesse o site www.novoscaipiras.mus.br. Vale a pena conhecer e divulgar o projeto. Ainda mais por ser liderado por cinco jovens, que apenas tem o desejo de eternizar a música sertaneja e preservar suas raízes de um jeito descontraído e irreverente.

コメント


bottom of page